Com o Major se aproximando, o elenco da MIBR tinha dúvidas se o coach Wilton “zews” Prado poderia jogar o campeonato devido ao “roster lock”. A equipe inscreveu coldzera para o torneio, mas pelo fato do jogador ter pedido para ser deixado no banco de reservas da organização, a situação dos brasileiros seguia indefinida.

Segundo relatos iniciais da StarLadder, zews não poderia ser usado no lugar de cold porque a situação não configura como uma emergência, que por exemplo, se aplica à doença acometida por um jogador ou problemas com o seu visto. Sendo assim, a MIBR não tinha um quinto jogador definido.

Leia também:

Mudança da regra

Segundo informações obtidas pela HLTV.org, a StarLadder decidiu então alterar a regra e agora os coaches inscritos antes do prazo final para registro poderão substituir jogadores do elenco principal, sem ser necessário uma situação de emergência para a troca. Isso possibilita neste momento, da MIBR utilizar zews no Major. A empresa de Kiev admitiu que a antiga regra “criou muito caos” e era “desnecessária e insalubre”.

zews jogou a BLAST Pro Series Los Angeles no último final de semana com a MIBR, que terminou o evento na quinta posição. O coach brasileiro também jogará hoje (18) a IEM Chicago com os companheiros de equipe, que enfrentam o elenco francês da G2 Esports em uma MD3 na sua primeira partida.

Quanto ao próximo Major, a MIBR estreia no StarLadder Berlin Major no dia 28 de agosto, no estágio The New Legends.

 

Foto de capa: HLTV.org

Deixe seu comentário