O The Clutch conversou com o jogador profissional da ex-BRC de PUBG Alan “Rustyzera” Alves, que recentemente se classificou junto aos seus companheiros de time para o próximo mundial de PUBG, em Estocolmo, na Suécia. O GLL Grand Slam: PUBG Classic terá 300 mil dólares em premiação total e contará também com a Bitloft e a Singularity representando a América do Sul.

Leia também:

Quem é Rustyzera e como você entrou no cenário de esports?

Eu sou Alan Alves, tenho 21 anos e a minha entrada nos esports foi através do PUBG em 2018, onde eu jogava mais casualmente. Nessa época, eu jogava e trabalhava. Foi apenas nesse ano que eu comecei a focar 100% no jogo, pois acabei me tornando jogador profissional e agora o PUBG é o meu trabalho.

Como que surgiu o convite para você entrar na BRC e se tornar profissional? A sua família reagiu de que forma?

Eu me destacava muito no ranking e isso acabou me favorecendo. Quanto a família, no início ficava com um pé atrás, já que eu trabalhava no negócio da família, mas hoje em dia é bem tranquilo. Estou indo para meu segundo mundial e isso ajudou bastante.

Como está a preparação do time para o mundial?

A expectativa é grande, tentar jogar bem para conseguir uma boa colocação.

Vocês estão em negociação com outra organização no momento?

Já estamos correndo atrás de uma oportunidade para tentar fechar com um time antes do mundial. Mesmo com o tempo curto, acredito que estamos no caminho certo pra isso.

Em relação ao estilo de jogo, qual a maior diferença do cenário sul-americano e do cenário lá fora?

Lá fora tem times muito mais fortes, que não te dão espaço no mapa e que praticamente não cometem erros. Em campeonatos mais importantes, nós aumentamos o ritmo dos treinos. Acho que a Team Liquid e a Tempo Storm são os times mais fortes da gringa.

Quais os objetivos deste elenco para 2019?

Desde o começo do ano, queremos nos classificar e jogar todos os campeonatos internacionais possíveis, ganhar experiência para melhorar cada vez mais.

Para quem procura ser profissional no PUBG, quais são as suas dicas para evoluir no jogo?

Acho que o primeiro passo é montar um time com os seus amigos, ir evoluindo junto com eles, jogar os campeonatos diários da GLL e jogar as scrims (treinos) na FKL com o seu time.

Finalizando, deixo aqui o espaço para você agradecer a todos que te acompanham e torcem por você no PUBG.

Agradeço a todos que torcem pela gente desde quando éramos da BRC e que continuem torcendo agora no próximo Major.

 

Foto de capa: Brazilian Crusaders

1 Comment

  1. Pedro "CAOS'Pedrin" Neves Reply

    Bitloft, arruma aí depois. No mais, boa entrevista

Deixe seu comentário